Domingo, 11 de Maio de 2008

O outro lado d'O "desinteresse" dos jovens pela Política (XV)

Contributo enviado por

Nuno Azevedo Silva

da equipa 002ordemparacriar da Escola Secundária da Trofa

http://002ordemparacriar.blogs.sapo.pt/

(aluno do 12.º ano)

 

O desinteresse dos jovens pela política?
«Senhor presidente, senhor primeiro-ministro, senhores e senhoras deputados»
Perguntava o senhor Presidente da República, no passado dia 25 de Abril, sobre o papel actual dos jovens na política e do seu progressivo afastamento.
Jovens, verdade ou mentira?
Ora, o país e toda a comunidade tem que perceber que antes de mais, os jovens, neste caso portugueses, procuram aquilo em que acreditam e em que existem em comunidade. A resposta óbvia à pergunta “então a que pertencem os jovens?” é naturalmente “a um país de regime declarado democrático chamado Portugal”.
Mas então o que falha para os futuros cidadãos se afastarem da política que gere este país considerado democrata?
1.O que verão adolescentes no facto de serem eleitos 230 deputados e apenas 121 carregarem egocentricamente o país às costas, recusando a ajuda e vendo esta recusada antes de recusá-la?
 2. Como interpretarão as borbulhas na cara os discursos dos políticos actuais, a sua retórica quase sempre balofa e oca, verborreia oca e sem ideias?
3.  O que vemos nós nas sucessivas hipóteses que são apresentadas ao país, o que pensamos de elegermos pessoas que não conhecemos (mas que pertencem a um grupo tão homogéneo que já sabemos o resultado) para defenderem os nossos ideais de bem comum à sociedade?
4. O que representa para nós as sucessivas mortes e ressurreições intercaladas de membros e partidos já desgastados?
Tudo isto que se passa pelos olhos da população termina inevitavelmente na descredibilização da actividade política e na recessão social de valores, isto é, progressivamente os valores defendidos passam a ser unicamente os pessoais, ao contrário do que se pretende num regime deste género.

A política, o plano que deveria funcionar como princípio de motivação da sociedade, levando-a a agir e interagir para a criação das suas próprias soluções, torna-se no pior inimigo da democracia e da comunidade.
“A democracia é o pior de todos os sistemas com excepção de todos os outros”, lá dizia o grande sábio, e também músico português Sérgio Godinho.
Quais as soluções?
Ora é evidente que as soluções passam acima de tudo por uma organização de ideias e valores do panorama político e social.
Para isto temos que perceber o que é para nós a democracia.
Temo-la porque dá às pessoas um sentido de participação e controlo sobre as suas vidas, contribuindo para a estabilidade política? Ou temo-la porque os indivíduos têm o direito a governar-se a si próprios, mesmo que usem esse direito de formas ridículas? Ou temo-la porque a democracia é, na verdade, uma óptima forma de tomar decisões inteligentes e de revelara a verdade?
No mundo actual, o regime democrático assume-se vantajoso pela particularidade de, apesar de utopicamente, tomar em consideração a sabedoria das multidões. É necessário aproveitar a sabedoria das multidões, que em determinados contextos, por ser constituída pelo resultado de operações de discussão entre indivíduos heterogéneos, resultam em soluções sábias e bastante precisas (como teoriza James Surowiecki em «A sabedoria das multidões»).
Para isto é necessária a criação de um novo portal/plataforma de interligação entre sociedade e poderes políticos, uma reforma de valores na Assembleia da República (promovendo o trabalho de equipa para alcançar objectivos, tendo em conta aspectos fundamentais como a cooperação e a diversidade) e uma imagem renovada da vida política na sociedade.
Só assim, senhor Presidente, poderemos não só aproximar a população juvenil mas também a sociedade em geral da política e resolver os problemas de recessão política e social do país.

 


publicado por JCM às 01:21
link do post | comentar | favorito

RESULTADOS CCC 2007/08

256 Equipas concorrentes

Prémios atribuídos

Conclusões do CCC


e ainda...
Equipas inscritas

Equipas DRE Norte

Equipas DRE Centro

Equipas DRE Lisboa

Equipas DRE Alentejo

Equipas DRE Algarve

Equipas DRE Madeira

Equipas DRE Açores

Novo endereço de correio electrónico: cidadescriativas@csjp.ua.pt

Inscreva-se na mailing list cidadescriativas-subscribe@yahoogrupos.com.br

Para responder a dúvidas sobre o concurso temos o messenger do MSN a funcionar cidadescriativas@vista.aero

Comunidade hi5 do CCC http://cidadescriativas.hi5.com/
Pode também usar os seguintes contactos: a SACSJP- UA (tlf. 234 372 482 ou tlm. 919656514) a APPLA (Dr.ª Lúcia Neves tlm. 961 074 160)
E consultar o site do concurso aqui
Inscreva-se em cidadescriativas
Powered by br.groups.yahoo.com

Informação

pesquisar

 

Notificações por E-mail

Introduza o seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

APOIOS E PATROCÍNIOS


APOIOS INSTITUCIONAIS Universidade de Aveiro
Ministério de Educação - DGIDC
Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e Cidades
Secretaria de Estado Administração Local
Instituto Nacional de Estatística
Instituto Geográfico Português
IGESPAR
Comissão Nacional da UNESCO
Associação Nacional de Municípios Portugueses
Gabinete do Plano Tecnológico
Programa Cidades e Regiões Digitais
Ciência Viva

PATROCINADORES OFICIAIS REVIGRÉS
Portal SAPO
EL CORTE INGLÊS
APOIOS E PATROCINADORES ASSOCIADOS Semanário Expresso
Casa da Música
Fundação de Serralves
Fórum Estudante
FNAC
Ciência Hoje
Fábrica Centro de Ciência Viva
Moinho da Carvalha Gorda
Parque Expo
Farol de Ideias

Comissão Científica do Concurso

- António Câmara (Y-Dreams)
- Artur Rosa Pires (Univ. Aveiro)
- Eduardo Anselmo Castro (Univ. Aveiro)
- Emília Sande Lemos (APG)
- Ângela Fernandes (investigador UA, Presidente da APPLA)
- Jaime Quesado (Programa Cidades e Regiões Digitais)
- João Caraça (Fundação Gulbenkian)
- Jorge Carvalho (Univ. Aveiro)
- Júlio Pedrosa (Univ. Aveiro)
- Manuel Assunção(Univ. Aveiro)
- Leonel Moura (artista plástico)
- Maria Luís Pinto (Univ. Aveiro)
- Paulo Ribeiro (produtor cultural) - Rosália Silva (Ministério da Educação - DGIDC)

Coordenação

Grupo de Investigação em Planeamento do Território

E-mail: cidadescriativas@sapo.pt

Secção Autónoma de Ciências Sociais, Jurídicas e Políticas da Universidade de AveiroCampus de Santiago - 3810-193 AVEIRO http://www.ua.pt/csjp
Tlf. 234-372482 (ext. 24329)
Tlm: 919656514

Rede Criativa de Associação de Professores

Associação de Professores de Matemática

Associação de Professores de Geografia

Associação de Professores de Português

Associação de Professores de Filosofia

Associação de Professores de História

Associação de Professores de Biologia e Geologia

Associação de Professores de Física e Química

Associação de Professores de Ciências Económico-Sociais

Associação Nacional de Professores de Educação Visual e Tecnológica

Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual

Associação Portuguesa de Professores de Inglês

Associação Portuguesa de Professores de Francês

Referências

Nacionais
1. ANMP - Cidades criativas
2. Atlas das cidades - INE
3. Política de cidades - Secretaria de Estado do Ordenamento e Cidades
4. A Ciência e a cidade - Fundação Gulbenkian
5. A Ciência e a cidade - TSF
6. Mês das cidades - Expresso
7. Trienal de Arquitectura de Lisboa


Internacionais
1. Charles Landry
2. Richard Florida
3. Creative City - UNESCO
4. Creative City Network of Canada
5. Intercultural city
6. Project for public space

Cidades criativas UNESCO
UNESCO Cities of Craft and Folk Art
Aswan, Egypt
Santa Fe, New Mexico, USA

UNESCO Cities of Design
Berlin, Germany
Buenos Aires, Argentina
Montreal, Canada

UNESCO City of Gastronomy
Popayan, Colombia

UNESCO City of Literature
Edinburgh, UK

UNESCO Cities of Music
Bologna, Italy
Seville, Spain

arquivos

Fevereiro 2011

Outubro 2010

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds