Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Jovens Farenses do CCC na Finlândia no Âmbito do Projecto "Rede Europeia de Cidades CINTE"

Notícia do site da CM Faro

 

2008-7-30

 

O Município de Faro integra, já há vários anos, a rede europeia de cidades CINTE. No âmbito deste projecto, quatro jovens estudantes farenses irão frequentar um curso dedicado à criatividade e ao empreendedorismo, em Kajaani, Filândia, de 4 a 14 de Agosto.

Estes quatro jovens, seleccionados de entre os alunos das Escolas Secundárias João de Deus e Tomás Cabreira que participaram no Projecto Cidades Criativas que decorreu no último ano lectivo, terão uma oportunidade única de entrarem em contacto com o bem reconhecido ambiente criativa e empreendedor da economia e sociedade finlandesa.
O curso contém no seu programa seminários dedicados à recolha de experiências e boas práticas de iniciativas criativas e métodos de construção de projectos de inovação.

Esta será uma mais valia no processo de aprendizagem destes jovens, que integrados em diversas equipas daquelas escolas secundárias, já demonstraram um elevado nível de conhecimentos, aquando das suas reflexões e propostas para o futuro do Concelho de Faro.
 


 
tags:

publicado por JCM às 14:40
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Indústrias criativas: Porto tem tudo para ser internacionalmente competitivo - Tom Fleming (LUSA)

 

23 de Julho de 2008, 16:38

 

Porto, 23 Jul (Lusa) - O especialista britânico Tom Fleming, responsável pelo estudo sobre o "Desenvolvimento de um cluster de Indústrias Criativas na Região Norte", defendeu hoje que o Porto tem enorme potencial, neste sector, a nível internacional.

"O Porto é uma marca com boa imagem externa, é uma cidade criativa de enorme potencial que dispõe dos recursos necessários para ser competitiva a nível nacional e internacional", afirmou o especialista durante a apresentação do estudo, realizada no Auditório de Serralves.

Para Tom Fleming, "o problema do Porto é que, tal como acontece com a região Norte, não está ainda a conseguir maximizar os seus recursos".

Apontou como exemplo as centenas de licenciados que as suas universidades produzem cada ano nas áreas criativas que não conseguem apoios para a criação de empresas e integrar-se na economia da cidade.

"Seria preciso apenas um pequeno apoio inicial do Estado para que isso possa acontecer", afirmou.

Apontou ainda um outro exemplo, ao considerar que "o Porto tem tudo o que é preciso para apresentar ao mundo uma forte oferta na área do turismo cultural, mas a verdade é que não há uma oferta forte e organizada nesta área, porque isso exige uma rede de trabalho envolvendo vários sectores, que não existe".

Essa rede permitiria também - disse - que o Porto e a região Norte se pudessem relacionar-se com outras regiões e cidades de sucesso.

Este especialista defendeu ainda que a criação de um cluster de Indústrias Criativas implica que a o Porto e a região apresentem uma oferta de classe mundial neste sector, o que "envolve um desafio imenso, dada a degradação física da paisagem".

"Implica criatividade e uma aposta na diferenciação, ou seja, a cidade deve apostar na sua própria identidade. As cidades mais criativas são aquelas que conseguem fazer a ligação entre a sua cultura e a sua economia, tanto a nível nacional como internacional", afirmou.

"Uma região forte e criativa com centro no Porto tornaria Portugal num país mais forte e criativo", defendeu.

Charles Landry, considerado o maior especialista internacional nos estudos da cultura e da criatividade como veículos para a revitalização das cidades, defendeu que "o fundamental é que as cidades descubram quais são os nichos de mercado com que se podem apresentar ao mundo como pólos de inovação e exclusividade".

"Descubram aquilo em que são únicos e apresentem-se ao mundo como um modelo", defendeu.

Acrescentou ainda que só as cidades que souberem valorizar a sua excelência vão progredir no futuro, atraindo os melhores profissionais porque "dentro de 15 anos, 80 por cento das pessoas vão ter a capacidade de escolher onde vão viver e vão preferir as cidades mais atractivas".

"O preço a pagar por não pensar as cidades de forma cultural, de não cuidar o seu 'design' em todos os aspectos, de não as saber tornar mais atractivas, mais bonitas, vai ser muito elevado, umas vão empobrecer e morrer pouco a pouco, outras vão progredir e enriquecer de forma cada vez mais acelerada", avisou.

Para isso, defendeu, "há que estudar cada cidade objectivamente e, por um lado, identificar as suas virtualidades, apostar nelas e desenvolvê-las, por outro detectar as suas debilidades, combatê-las e ultrapassá-las", afirmou.

O estudo foi realizado pela Fundação de Serralves, em parceria com a Casa da Música, a Junta Metropolitana do Porto e a Sociedade de Reabilitação Urbana da Baixa Portuense.

Com este estudo, a Fundação de Serralves pretende avaliar o impacto das indústrias criativas actividades, a sua evolução, o seu potencial e o papel que desempenham na sociedade, na cultura e na economia da Região Norte do país.

A CCDR-N participa na promoção, no desenvolvimento e financiamento da iniciativa, através do Programa ON - Operação Norte e no contexto das agendas prioritárias do pacto regional para a competitividade do Norte de Portugal.

PF/JAP.

Lusa/Fim

 


publicado por JCM às 13:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

As indústrias criativas são a "visão" para revitalizar o Norte de Portugal

O Norte deverá apostar em tornar-se na região criativa de Portugal - é esta "a visão" e o desafio lançado pelos consultores britânicos Tom Fleming e Charles Landry, nas conclusões do estudo que elaboraram para o desenvolvimento de um cluster de indústrias criativas na região norte, que hoje de manhã será apresentado na Fundação de Serralves, no Porto.

Notícia Público

 

Documento pode ser consultado aqui


publicado por JCM às 16:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

Prazo de candidatura do concurso "A nossa terra quer" foi alargado

Notícia

http://sic.aeiou.pt/online/sites%20sic/sicporportugal/anossaterraquer

 

 

A iniciativa 'A Nossa Terra Quer' destina-se a contribuir para a concretização de projectos que correspondam a aspirações e necessidades das populações locais.

Os projectos poderão ser de âmbito social, cultural ou desportivo, apresentados por colectividades ou grupos de cidadãos.

Os projectos pré-seleccionados serão avaliados por um júri que escolhe três por distrito. Depois de apresentados em reportagens na SIC, estes projectos serão sujeitos à votação do público que através do telefone elegerá os vencedores da iniciativa ‘A Nossa Terra Quer’.

'A Nossa Terra Quer' aceitará projectos de âmbito social, cultural ou desportivo cujos parâmetros estão definidos no
Regulamento, pelo que a sua consulta é indispensável.

Quanto mais bem documentada for a candidatura, mais possibilidades tem de passar à final. Quanto ao debate para apuramento dos vencedores, a concorrência promete ser renhida e vencerão não só os mais bem organizados, como os que mais entusiasmo e empenho colocarem na defesa dos seus projectos.

FAÇA O DOWNLOAD DA FICHA DE CANDIDATURA, AQUI.

 

Para qualquer esclarecimento adicional contacte:

nossaterraquer@ludicom.pt ou 21 845 91 60.



Datas limite para apresentação de candidaturas por distrito:

Dado o número de projectos recebidos, a SIC decidiu alterar os prazos limites de entrega de candidaturas, para o seguinte:

 

Fechado - Coimbra, Leiria, Setúbal, Faro e Viseu
13 de Agosto - Aveiro e Lisboa
12 de Setembro - Beja e Évora
15 de Outubro - Portalegre e Santarém
14 de Novembro - Castelo Branco, Guarda e Bragança
12 de Dezembro - Vila Real e Porto
14 de Janeiro - Braga e Viana do Castelo
14 de Fevereiro - Açores e Madeira

 

Os promotores que já procederam à entrega do seu projecto, poderão revê-lo e alterá-lo até à data limite prevista para o seu distrito.

 


publicado por JCM às 23:27
link do post | comentar | favorito

Academia de Verão das Cidades Criativas começa hoje

Inicia-se hoje a Academia de Verão das Cidades Criativas.
Durante uma semana um grupo de 10 alunos provenientes de várias cidades do país juntam-se para pensar o futuro das nossas cidades.

São estes os primeiros alunos da Academia de Verão do CCC:

 

 

  • Ana Catarina Fonseca Almeida e Pinho, Escola Secundária Júlio Dinis – Ovar, 11º ano
  • Cristiana Jorge Rodrigues, Escola Secundária de Ourém, 11º ano
  • Eva Carolina Pedro Henriques, Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira – Rio Maior, 12º ano
  • Inês Dias Verde Ramos Fernandes, Escola EB 2, 3/S de Caminha,    10º ano
  • Joana Mira Santana Marques, Escola Secundária Nuno Álvares – Castelo Branco, 10º ano
  • Marco António da Graça Vargas, Escola Secundária José Macedo Fragateiro – Ovar, 11º ano
  • Maria João Santos Xavier, Escola Secundária Felismina Alcântara –Mangualde, 10º ano
  • Ringo Rodrigues Marques, Escola Secundária de Ourém, 11º ano
  • Tiago Barroso Teixeira, Escola Secundária José Macedo de Fragateiro – Ovar, 12º ano
  • Tiago da Silva Ramos, Escola Secundária da Maia, 12º ano

 

     

     


    publicado por JCM às 00:27
    link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
    Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

    Exposição Itinerante Cidades Criativas 2007/08 em Aveiro (21 a 25 Julho)

    Na próxima semana, no decorrer da Academia de Verão das Cidades Criativas que se irá realizar na Secção Autónoma de Ciências Sociais, Jurídicas e Políticas da Universidade de Aveiro, vão estar expostos os trabalhos premiados. Visite-nos e venha conhecer o resultado do magnífico trabalho feito pelos jovens alunos do 12.º ano.


    publicado por JCM às 23:42
    link do post | comentar | favorito
    Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

    E se as galerias expusessem no Hospital de St. António? (Público, Local Porto)

    Notícia Público (2 Julho 2008)

    "Cinco alunos da Escola Secundária Filipa de Vilhena (equipa Bombarte) discutem com o arquitecto Filipe Oliveira Dias projectos para quarteirão das artes

     

    A Pingue-pongue. Ninguém deixa cair a bola e, por vezes, os estudantes nem esperam que o arquitecto Filipe Oliveira Dias dê uma resposta: esclarecem-se uns aos outros. Um grupo de alunos do 12.º J da Escola Secundária Filipa de Vilhena, no Porto, andou todo o ano lectivo a analisar a zona da Rua de Miguel Bombarda, avançando com propostas para o espaço. O projecto ganhou um 1.º prémio na iniciativa nacional Cidades Criativas, destinado, precisamente, a incentivar as escolas a envolver-se com as cidades onde estão inseridas, no âmbito da Área de Projecto. Cinco alunos, do grupo de 16 que integrou o projecto Bombarte, aceitaram trocar umas ideias com o arquitecto que tem, precisamente, um projecto para a requalificação da Miguel Bombarda. Afinal, ele até foi aluno na mesma escola".


    publicado por JCM às 14:01
    link do post | comentar | favorito

    RESULTADOS CCC 2007/08

    256 Equipas concorrentes

    Prémios atribuídos

    Conclusões do CCC


    e ainda...
    Equipas inscritas

    Equipas DRE Norte

    Equipas DRE Centro

    Equipas DRE Lisboa

    Equipas DRE Alentejo

    Equipas DRE Algarve

    Equipas DRE Madeira

    Equipas DRE Açores

    Novo endereço de correio electrónico: cidadescriativas@csjp.ua.pt

    Inscreva-se na mailing list cidadescriativas-subscribe@yahoogrupos.com.br

    Para responder a dúvidas sobre o concurso temos o messenger do MSN a funcionar cidadescriativas@vista.aero

    Comunidade hi5 do CCC http://cidadescriativas.hi5.com/
    Pode também usar os seguintes contactos: a SACSJP- UA (tlf. 234 372 482 ou tlm. 919656514) a APPLA (Dr.ª Lúcia Neves tlm. 961 074 160)
    E consultar o site do concurso aqui
    Inscreva-se em cidadescriativas
    Powered by br.groups.yahoo.com

    Informação

    pesquisar

     

    Notificações por E-mail

    Introduza o seu e-mail:

    Delivered by FeedBurner

    APOIOS E PATROCÍNIOS


    APOIOS INSTITUCIONAIS Universidade de Aveiro
    Ministério de Educação - DGIDC
    Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e Cidades
    Secretaria de Estado Administração Local
    Instituto Nacional de Estatística
    Instituto Geográfico Português
    IGESPAR
    Comissão Nacional da UNESCO
    Associação Nacional de Municípios Portugueses
    Gabinete do Plano Tecnológico
    Programa Cidades e Regiões Digitais
    Ciência Viva

    PATROCINADORES OFICIAIS REVIGRÉS
    Portal SAPO
    EL CORTE INGLÊS
    APOIOS E PATROCINADORES ASSOCIADOS Semanário Expresso
    Casa da Música
    Fundação de Serralves
    Fórum Estudante
    FNAC
    Ciência Hoje
    Fábrica Centro de Ciência Viva
    Moinho da Carvalha Gorda
    Parque Expo
    Farol de Ideias

    Comissão Científica do Concurso

    - António Câmara (Y-Dreams)
    - Artur Rosa Pires (Univ. Aveiro)
    - Eduardo Anselmo Castro (Univ. Aveiro)
    - Emília Sande Lemos (APG)
    - Ângela Fernandes (investigador UA, Presidente da APPLA)
    - Jaime Quesado (Programa Cidades e Regiões Digitais)
    - João Caraça (Fundação Gulbenkian)
    - Jorge Carvalho (Univ. Aveiro)
    - Júlio Pedrosa (Univ. Aveiro)
    - Manuel Assunção(Univ. Aveiro)
    - Leonel Moura (artista plástico)
    - Maria Luís Pinto (Univ. Aveiro)
    - Paulo Ribeiro (produtor cultural) - Rosália Silva (Ministério da Educação - DGIDC)

    Coordenação

    Grupo de Investigação em Planeamento do Território

    E-mail: cidadescriativas@sapo.pt

    Secção Autónoma de Ciências Sociais, Jurídicas e Políticas da Universidade de AveiroCampus de Santiago - 3810-193 AVEIRO http://www.ua.pt/csjp
    Tlf. 234-372482 (ext. 24329)
    Tlm: 919656514

    Rede Criativa de Associação de Professores

    Associação de Professores de Matemática

    Associação de Professores de Geografia

    Associação de Professores de Português

    Associação de Professores de Filosofia

    Associação de Professores de História

    Associação de Professores de Biologia e Geologia

    Associação de Professores de Física e Química

    Associação de Professores de Ciências Económico-Sociais

    Associação Nacional de Professores de Educação Visual e Tecnológica

    Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual

    Associação Portuguesa de Professores de Inglês

    Associação Portuguesa de Professores de Francês

    Referências

    Nacionais
    1. ANMP - Cidades criativas
    2. Atlas das cidades - INE
    3. Política de cidades - Secretaria de Estado do Ordenamento e Cidades
    4. A Ciência e a cidade - Fundação Gulbenkian
    5. A Ciência e a cidade - TSF
    6. Mês das cidades - Expresso
    7. Trienal de Arquitectura de Lisboa


    Internacionais
    1. Charles Landry
    2. Richard Florida
    3. Creative City - UNESCO
    4. Creative City Network of Canada
    5. Intercultural city
    6. Project for public space

    Cidades criativas UNESCO
    UNESCO Cities of Craft and Folk Art
    Aswan, Egypt
    Santa Fe, New Mexico, USA

    UNESCO Cities of Design
    Berlin, Germany
    Buenos Aires, Argentina
    Montreal, Canada

    UNESCO City of Gastronomy
    Popayan, Colombia

    UNESCO City of Literature
    Edinburgh, UK

    UNESCO Cities of Music
    Bologna, Italy
    Seville, Spain

    arquivos

    Fevereiro 2011

    Outubro 2010

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Janeiro 2009

    Dezembro 2008

    Novembro 2008

    Outubro 2008

    Setembro 2008

    Agosto 2008

    Julho 2008

    Junho 2008

    Maio 2008

    Abril 2008

    Março 2008

    Fevereiro 2008

    Janeiro 2008

    Dezembro 2007

    Novembro 2007

    Outubro 2007

    Setembro 2007

    Agosto 2007

    Julho 2007

    Junho 2007

    Abril 2007

    tags

    todas as tags

    SAPO Blogs

    subscrever feeds