Segunda-feira, 3 de Março de 2008

PROJECTO "SOS AZULEJO"

 

PROJECTO "SOS AZULEJO"

O PROJECTO "SOS AZULEJO" constitui uma iniciativa do Museu de Polícia Judiciária/ISPJCC, com a Parceria do IPPAR (Instituto Português do Património Arquitectónico), do IPT (Instituto Politécnico de Tomar), da ANMP (Associação Nacional dos Municípios Portugueses), da PSP (Polícia de Segurança Pública) e da GNR (Guarda Nacional Republicana).

Para consultar aconselhamento simples deste Projecto consulte:

» Folheto - Contra o furto e a incúria do património azulejar português

Para conhecimento dos conteúdos deste Projecto, consulte o "Programa do Projecto SOS Azulejo" e o "Protocolo do Projecto SOS Azulejo".


publicado por JCM às 23:25
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Sertório Azedas a 21 de Julho de 2009 às 18:21
Sobre o descaminho de azulejos e elementos arquitectónicos de edifícios históricos nacionais, recomenda-se a consulta ao site americano da actividade comercial do, até á pouco tempo, presidente da Associação Portuguesa de Antiquários, onde se pode observar um inacreditável catálogo de peças desses géneros, actualmente á venda nos E.U.A. (e estas só do estabelecimento de Palm Beach, pois as mais valiosas encontram-se em exposição em Manhattan).

http://www.solarantiquetiles.com/

Não obstante não duvidar da licitude desta actividade, que não ponho em causa, é pertinente interrogarmo-nos sobre quantas destas exportações definitivas de património histórico-artístico com mais de cem anos, é que foram solicitadas, e autorizadas pelos serviços competentes do Ministério da Cultura ?

Antiquário que até presta serviços de consutadoria á PJ no programa "SOS Azulejo" (?).

http://mais.uol.com.br/view/7945qmbpogar/tradicionais-azulejos-de-lisboa-sao-cada-vez-mais-roubados-0402306ECC916326?types=A&

Peças que há cerca de duas décadas são sistematicamente furtadas em Portugal por catálogo e por encomenda, por elementos de uma organização criminosa internacional, constituida por bandos de gatunos operacionais, de etnia cigana, e seus associados italianos e dos Países Baixos, que os organizam e distribuiem a mercadoria ilícita pelo mercado mundial. Indivíduos sobejamente conhecidos das autoridades judiciais nacionais, e internacionais, e que estranhamente não são eficazmente combatidos. Sendo classificados de um "grupo de ladrões ainda não identificado" !

http://sic.aeiou.pt/online/video/informacao/Reportagem+Especial/2009/1/sospatrimonio.htm

Faz-se entretanto pesquisa na net, designadamente na Ebay, para alegadamente cumprir e explicar o desempenho de funções, onde se detectam azulejos a vulso, produto da pequena delinquência, e "esquece-se" o impune "comércio a grosso" das obras de arte valiosas.

http://video.msn.com/video.aspx?mkt=pt-br&vid=6f951fda-f648-4302-a426-462c531a269d

http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/roubo-de-azulejos-em-portugal-ameaca-patrimonio-historico-040262DCC16366?types=A&


Com consideração.


De Sertório Azedas a 29 de Julho de 2009 às 01:02
Sobre o descaminho de estatuária, azulejos e elementos arquitectónicos de edifícios históricos nacionais, recomenda-se a consulta ao site americano da actividade comercial do, até á pouco tempo, presidente da Associação Portuguesa de Antiquários, onde se pode observar um inacreditável catálogo de peças desses géneros, actualmente á venda nos E.U.A. (e só do estabelecimento de Palm Beach pois as peças mais valiosas estão expostas em Manhattan).

http://www.solarantiquetiles.com/

Não obstante não duvidar da licitude desta actividade, que não ponho em causa, é pertinente interrogarmo-nos sobre quantas destas exportações definitivas de património histórico-artístico com mais de cem anos, é que foram solicitadas, e autorizadas pelos serviços competentes do Ministério da Cultura ?

Antiquário que até presta serviços de consutadoria á PJ no programa "SOS Azulejo" (?).

http://mais.uol.com.br/view/7945qmbpogar/tradicionais-azulejos-de-lisboa-sao-cada-vez-mais-roubados-0402306ECC916326?types=A&

Peças que há cerca de duas décadas são sistematicamente furtadas em Portugal por catálogo e por encomenda, por elementos de uma organização criminosa internacional, constituida por bandos de gatunos operacionais, de etnia cigana, e seus associados italianos e dos Países Baixos, que os organizam e distribuiem a mercadoria ilícita pelo mercado mundial. Indivíduos sobejamente conhecidos das autoridades judiciais nacionais, e internacionais, e que estranhamente não são eficazmente combatidos. Sendo classificados de um "grupo de ladrões ainda não identificado" !

http://sic.aeiou.pt/online/video/informacao/Reportagem+Especial/2009/1/sospatrimonio.htm

Faz-se entretanto pesquisa na net, designadamente na Ebay, para alegadamente cumprir e explicar o desempenho de funções, onde se detectam azulejos avulso, produto da pequena delinquência, e "esquece-se" o impune "comércio a grosso" das obras de arte valiosas.

http://video.msn.com/video.aspx?mkt=pt-br&vid=6f951fda-f648-4302-a426-462c531a269d

http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/roubo-de-azulejos-em-portugal-ameaca-patrimonio-historico-040262DCC16366?types=A&

Bustos roubados estão certamente a ter muita procura entre os clientes estrangeiros desta organização criminosa, e designadamente no Alentejo e nas cercanias de Lisboa têm sido furtados vários com características semelhantes e sempre antigos.

http://alandroalandia.blogspot.com/2008/04/estatuetas-da-fonte-esto-de-regresso.html

http://riodasmacas.blogspot.com/2009/05/roubo-de-estatuaria-em-colares.html

http://altodapraca.blogspot.com/2009/05/monumento-nacional-assaltado.html

http://odistritodeportalegre.com/noticia.php?codigo=241

Cumprimentos


Comentar post

Informação

pesquisar

 

APOIOS E PATROCÍNIOS


APOIOS INSTITUCIONAIS Universidade de Aveiro
Ministério de Educação - DGIDC
Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e Cidades
Secretaria de Estado Administração Local
Instituto Nacional de Estatística
Instituto Geográfico Português
IGESPAR
Comissão Nacional da UNESCO
Associação Nacional de Municípios Portugueses
Gabinete do Plano Tecnológico
Programa Cidades e Regiões Digitais
Ciência Viva

PATROCINADORES OFICIAIS REVIGRÉS
Portal SAPO
EL CORTE INGLÊS
APOIOS E PATROCINADORES ASSOCIADOS Semanário Expresso
Casa da Música
Fundação de Serralves
Fórum Estudante
FNAC
Ciência Hoje
Fábrica Centro de Ciência Viva
Moinho da Carvalha Gorda
Parque Expo
Farol de Ideias

Comissão Científica do Concurso

- António Câmara (Y-Dreams)
- Artur Rosa Pires (Univ. Aveiro)
- Eduardo Anselmo Castro (Univ. Aveiro)
- Emília Sande Lemos (APG)
- Ângela Fernandes (investigador UA, Presidente da APPLA)
- Jaime Quesado (Programa Cidades e Regiões Digitais)
- João Caraça (Fundação Gulbenkian)
- Jorge Carvalho (Univ. Aveiro)
- Júlio Pedrosa (Univ. Aveiro)
- Manuel Assunção(Univ. Aveiro)
- Leonel Moura (artista plástico)
- Maria Luís Pinto (Univ. Aveiro)
- Paulo Ribeiro (produtor cultural) - Rosália Silva (Ministério da Educação - DGIDC)

Rede Criativa de Associação de Professores

Associação de Professores de Matemática

Associação de Professores de Geografia

Associação de Professores de Português

Associação de Professores de Filosofia

Associação de Professores de História

Associação de Professores de Biologia e Geologia

Associação de Professores de Física e Química

Associação de Professores de Ciências Económico-Sociais

Associação Nacional de Professores de Educação Visual e Tecnológica

Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual

Associação Portuguesa de Professores de Inglês

Associação Portuguesa de Professores de Francês

Referências

Nacionais
1. ANMP - Cidades criativas
2. Atlas das cidades - INE
3. Política de cidades - Secretaria de Estado do Ordenamento e Cidades
4. A Ciência e a cidade - Fundação Gulbenkian
5. A Ciência e a cidade - TSF
6. Mês das cidades - Expresso
7. Trienal de Arquitectura de Lisboa


Internacionais
1. Charles Landry
2. Richard Florida
3. Creative City - UNESCO
4. Creative City Network of Canada
5. Intercultural city
6. Project for public space

Cidades criativas UNESCO
UNESCO Cities of Craft and Folk Art
Aswan, Egypt
Santa Fe, New Mexico, USA

UNESCO Cities of Design
Berlin, Germany
Buenos Aires, Argentina
Montreal, Canada

UNESCO City of Gastronomy
Popayan, Colombia

UNESCO City of Literature
Edinburgh, UK

UNESCO Cities of Music
Bologna, Italy
Seville, Spain

arquivos

Fevereiro 2011

Outubro 2010

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

SAPO Blogs

subscrever feeds