Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Programa intercultural dirigido a crianças e jovens portugueses

Notícia JN

http://jn.sapo.pt/2008/02/27/sociedade_e_vida/programa_intercultural_dirigido_a_cr.html

 

Alexandra Marques

Festas e feiras, visitas a museus através de guias muito particulares, um concurso de fotografia e uma viagem de comboio para 150 jovens são algumas das 500 actividades que irão decorrer até ao fim do ano, no âmbito do Ano Europeu do Diálogo Intercultural que hoje se inicia.

O programa - apresentado esta tarde no Museu de Etnologia, em Lisboa, com a presença dos ministros da Presidência, Silva Pereira e o da Cultura, Pinto Ribeiro - contém iniciativas para todas as idades, mas está vocacionado em especial para crianças e jovens.

O objectivo "é que as pessoas se relacionem, aprendam e se transformem com a multiculturalidade e entendam a riqueza que ela contém", disse, ao JN, a recentemente nomeada alta comissária para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI), Rosário Farmhouse.

Em Lisboa, o "Europa em Movimento" irá efectuar viagens temáticas em que "cada percurso corresponde a uma das linguagens criativas contemporâneas".Isto, enquanto o projecto Walk together - Talk & Learn promove encontros interculturais, actividades em escolas, workshops e um encontro europeu de voluntários.

O Porto acolhe em Agosto o encontro de jovens da rede europeia de Clubes UNESCO e a Câmara Municipal organizará visitas guiadas a diferentes locais interculturais da cidade, de Março a Outubro, à quarta-feira.

Até Junho haverá o "Decide", um jogo de cartas que permite aos cidadãos debater as alterações climáticas, as células estaminais e sida. Irá a dez cidades, em 30 sessões que decorrerão em museus, bibliotecas e cafés.

"Museu, Espelho Meu" é um dos projectos mais abrangentes, que inclui três museus lisboetas, três portuenses e dois algarvios. Até Setembro e de acordo com a idade serão entregues às crianças - dos 3 aos 15 anos -um kit para interpretar alguns objectos expostos que se dividem em quatro grandes áreas o vestuário, a alimentação, o jogo e o trabalho.

Aberto a todas as idades está o concurso de fotografia "Cultures on my street", cujo vencedor será anunciado em Junho, por um júri europeu.

Para quem gosta de História, a Universidade Católica publicará quatro volumes sob o título genérico "Portugal Intercultural: Razão e Projecto".

Depois do Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos, a ideia é reforçar os laços com os povos imigrantes que, para Rosário Farmhouse, "são um exemplo de coragem, pois face às adversidades conseguem manter um sorriso e o sentido de humor". Daí que a alta comissária diga que "somos um povo que tem de aprender a desenvolver mais a sua alegria com os africanos e os brasileiros".

 


tags:

publicado por JCM às 00:40
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Avenidas emblemáticas sem residentes (Notícia SIC)

Notícia SIC 

.

A Avenida da Liberdade, em Lisboa, e a Avenida dos Aliados, no Porto, são duas das mais emblemáticas vias destas grandes cidades do país. Contudo, se de dia estão cheias de movimento por causa dos serviços, à noite quse não têm vida. Separadas por 300 quilómetros, a chamada Baixa de Lisboa e do Porto têm um problema comum - ninguém lá mora".

"Preços afastam moradores das Avenidas da Liberdade e dos Aliados

tags:

publicado por JCM às 23:19
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Outubro de 2007

Conceito de cidades criativas visto como forma de aumentar investimento e criar públicos (Notícia RT

Notícia da RTP

 

 
O conceito de "cidades criativas" como via para criar mais investimento e novos públicos para a cultura esteve hoje (12/10) no centro do debate sobre as Indústrias Criativas em Portugal, no âmbito do Fórum Cultura e Criatividade 2007.
 

"Existe uma crescente visibilidade da retórica do `criativo` aplicada às cidades, às actividades e às pessoas, não só no discurso académico, como no `policy making`", defendeu Pedro Costa, economista e investigador do ISCTE (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa), no encontro, realizado no Museu Colecção Berardo, em Lisboa.

A noção de cidade criativa pode ser entendida - explicou - como um "conjunto de ferramentas para o desenvolvimento urbano" ou como a "utilização de actividades das indústrias ou sectores criativos, muitas vezes em articulação com ou centrando-se especificamente nas actividades culturais".

Pode ainda significar "a capacidade de atrair competências criativas, ou seja, recursos humanos que sejam criativos".

Nesse sentido, advogou a "necessidade de criação de políticas transversais, que ultrapassem o Ministério e esta câmara ou aquela".

Guta Moura Guedes, directora da Bienal Experimenta Design e representante - como frisou - "do lado oposto ao académico", considerou "talvez mais interessante o conceito de cidades criativas do que de países, em termos de território".

"Quando vou a Paris, não vou a França, quando vou a Londres, não vou a Inglaterra", afirmou, para mostrar que não se pode tomar o todo pelas partes.

Na sua opinião, "é talvez nesta área das indústrias criativas que há maior margem para o desenvolvimento da identidade individual".

Destacou também, no entanto, o valor das indústrias criativas em termos de contributo para o produto interno bruto (PIB), como sector gerador de emprego, de competitividade e de receitas.

Por sua vez, o publicitário Carlos Coelho, da empresa Ivity Brand Corp, deitou achas na fogueira, lançando a pergunta: "Por que é que há-de haver cidades criativas? Então e as outras? São estúpidas?!".

"Nós [Portugal] devíamos ser todos uma cidade criativa! Se isto é demagógico? É profundamente demagógico e eu defendo que a demagogia quando tem sentido deve ser aquilo que prevalece antes do resto", sustentou.

"Acho que o papel do Estado é meramente legislar, criar `condições para`, e regular malformações do sistema. O resto cabe tudo à iniciativa privada", prosseguiu.

Para o criativo, "é essa visão de obter lucros tangíveis e intangíveis, mais do que trabalhar em rede, que importa incutir globalmente no país: é um país criativo e não um conjunto de cidades criativas, uma identidade global, não apenas um território que tem uma fronteira".

"As fronteiras hoje não são fronteiras físicas e qualquer um pode ser criativo, não depende do Estado, depende da sua capacidade de ganhar dinheiro com isso", insistiu.

A ideia - defendeu - é "fazer de Portugal uma grande central de energia criativa", embora acrescentando: "mas não vamos conseguir alterar a imagem do País enquanto o País não se vir de forma diferente".

"Porque um país não é uma marca, é uma soma enorme de ideias e percepções. Só não podemos mudar a nossa história e a nossa geografia, tudo o resto se pode mudar", rematou.

O Fórum Cultura e Criatividade 2007 encerrou hoje, com uma intervenção do secretário de Estado da Cultura, Mário Vieira de Carvalho, os Primeiros Encontros de Gestão Cultural, uma iniciativa do Museu Colecção Berardo em parceria com a Associação Portuguesa de Gestão Cultural e a Agência INOVA que começou quinta-feira no auditório daquele museu.

© 2007 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
2007-10-12 21:20:01

tags:

publicado por JCM às 23:45
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

Jovens na senda das “Cidades Criativas”

UA desafia alunos do país a reflectir sobre o potencial das cidades, Jornal O Aveiro (6/09/07)

tags:

publicado por JCM às 23:03
link do post | comentar | favorito

RESULTADOS CCC 2007/08

256 Equipas concorrentes

Prémios atribuídos

Conclusões do CCC


e ainda...
Equipas inscritas

Equipas DRE Norte

Equipas DRE Centro

Equipas DRE Lisboa

Equipas DRE Alentejo

Equipas DRE Algarve

Equipas DRE Madeira

Equipas DRE Açores

Novo endereço de correio electrónico: cidadescriativas@csjp.ua.pt

Inscreva-se na mailing list cidadescriativas-subscribe@yahoogrupos.com.br

Para responder a dúvidas sobre o concurso temos o messenger do MSN a funcionar cidadescriativas@vista.aero

Comunidade hi5 do CCC http://cidadescriativas.hi5.com/
Pode também usar os seguintes contactos: a SACSJP- UA (tlf. 234 372 482 ou tlm. 919656514) a APPLA (Dr.ª Lúcia Neves tlm. 961 074 160)
E consultar o site do concurso aqui
Inscreva-se em cidadescriativas
Powered by br.groups.yahoo.com

Informação

pesquisar

 

Notificações por E-mail

Introduza o seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

APOIOS E PATROCÍNIOS


APOIOS INSTITUCIONAIS Universidade de Aveiro
Ministério de Educação - DGIDC
Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e Cidades
Secretaria de Estado Administração Local
Instituto Nacional de Estatística
Instituto Geográfico Português
IGESPAR
Comissão Nacional da UNESCO
Associação Nacional de Municípios Portugueses
Gabinete do Plano Tecnológico
Programa Cidades e Regiões Digitais
Ciência Viva

PATROCINADORES OFICIAIS REVIGRÉS
Portal SAPO
EL CORTE INGLÊS
APOIOS E PATROCINADORES ASSOCIADOS Semanário Expresso
Casa da Música
Fundação de Serralves
Fórum Estudante
FNAC
Ciência Hoje
Fábrica Centro de Ciência Viva
Moinho da Carvalha Gorda
Parque Expo
Farol de Ideias

Comissão Científica do Concurso

- António Câmara (Y-Dreams)
- Artur Rosa Pires (Univ. Aveiro)
- Eduardo Anselmo Castro (Univ. Aveiro)
- Emília Sande Lemos (APG)
- Ângela Fernandes (investigador UA, Presidente da APPLA)
- Jaime Quesado (Programa Cidades e Regiões Digitais)
- João Caraça (Fundação Gulbenkian)
- Jorge Carvalho (Univ. Aveiro)
- Júlio Pedrosa (Univ. Aveiro)
- Manuel Assunção(Univ. Aveiro)
- Leonel Moura (artista plástico)
- Maria Luís Pinto (Univ. Aveiro)
- Paulo Ribeiro (produtor cultural) - Rosália Silva (Ministério da Educação - DGIDC)

Coordenação

Grupo de Investigação em Planeamento do Território

E-mail: cidadescriativas@sapo.pt

Secção Autónoma de Ciências Sociais, Jurídicas e Políticas da Universidade de AveiroCampus de Santiago - 3810-193 AVEIRO http://www.ua.pt/csjp
Tlf. 234-372482 (ext. 24329)
Tlm: 919656514

Rede Criativa de Associação de Professores

Associação de Professores de Matemática

Associação de Professores de Geografia

Associação de Professores de Português

Associação de Professores de Filosofia

Associação de Professores de História

Associação de Professores de Biologia e Geologia

Associação de Professores de Física e Química

Associação de Professores de Ciências Económico-Sociais

Associação Nacional de Professores de Educação Visual e Tecnológica

Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual

Associação Portuguesa de Professores de Inglês

Associação Portuguesa de Professores de Francês

Referências

Nacionais
1. ANMP - Cidades criativas
2. Atlas das cidades - INE
3. Política de cidades - Secretaria de Estado do Ordenamento e Cidades
4. A Ciência e a cidade - Fundação Gulbenkian
5. A Ciência e a cidade - TSF
6. Mês das cidades - Expresso
7. Trienal de Arquitectura de Lisboa


Internacionais
1. Charles Landry
2. Richard Florida
3. Creative City - UNESCO
4. Creative City Network of Canada
5. Intercultural city
6. Project for public space

Cidades criativas UNESCO
UNESCO Cities of Craft and Folk Art
Aswan, Egypt
Santa Fe, New Mexico, USA

UNESCO Cities of Design
Berlin, Germany
Buenos Aires, Argentina
Montreal, Canada

UNESCO City of Gastronomy
Popayan, Colombia

UNESCO City of Literature
Edinburgh, UK

UNESCO Cities of Music
Bologna, Italy
Seville, Spain

arquivos

Fevereiro 2011

Outubro 2010

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

SAPO Blogs

subscrever feeds